"O exemplo do general"

Octávio Costa
O diretor-geral do Dnit, general Jorge Fraxe, declarou guerra ao aparelhamento político do órgão responsável pela conservação das estradas do País. Baixou portaria determinando que todos os cargos de confiança do Dnit devem ser preenchidos por funcionários de carreira. Com sua decisão, fechou a porta de cerca de 100 cargos comissionados para os partidos da base aliada. O ato inclui os 26 superintendentes regionais, com salários acima de R$ 20 mil. Nos meios políticos, o clima é de indignação. Argumenta-se que a medida não tem amparo legal. E teme-se que a ideia do general Fraxe seja estendida aos demais órgãos do governo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário