Nelson Jobim diz que pedido da OEA será "devolvido"

DO RIO - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse que o pedido da Comissão de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos) para suspender a construção da usina de Belo Monte, no rio Xingu (PA), será "devolvido como apareceu".
"Nós temos o dever de dar desenvolvimento à região, e é o que estamos fazendo. Portanto, a OEA que vá cuidar de outros assuntos", afirmou.
Em Brasília, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) disse que as obras não vão parar.
A comissão deu 15 dias para o Brasil enviar explicações sobre garantias dadas aos indígenas, sob risco de abertura de processo na Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Folha de S. Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário